Textos, notas, citações e mais!

O que tá acontecendo comigo

Eu não sei se alguém notou, não sei se alguém se importa de verdade ou o suficiente, mas eu me encontro num caminho do labirinto onde eu não sei o faço em seguida. E se… E se… Mas, e se… rondeiam minha cabeça. Estou cansada de imaginar que as coisas vão melhorar quando eu estou piorando. Me sinto desmotivada, me sinto inútil, me sinto …todos os adjetivos cruéis que alguém possa imaginar. Eu me sinto sem estabilidade, me sinto esgotada, me sinto com medo, me sinto uma pessoa má, me sinto apática ao sofrimento das pessoas. Sinto que nada é como antes, nada é como deveria ser.

Eu comecei a escrever publicamente por algumas razões.

1) Eu queria cuidar das pessoas ,de alguma forma, de qualquer forma.

2) Eu queria escrever sobre mim e tudo que eu passei para que alguém lá do outro lado do mundo fosse ajudado, fosse tocado por cada palavra minha.

Eu só queria cuidar. Só queria proteger. Só queria ser alguém que compreendesse o outro, alguém que você acordasse e sentiria que em alguma parte do mundo, no continente Americano teria uma menina que acreditaria na sua melhora e na sua melhor versão de si mesmo.

Faz meses que tenho ouvido pessoas falando de suas preocupações comigo de forma sarcástica e ridícula. Faz meses que eu venho tentando sobreviver, VIVER. Faz meses que eu venho me afundando no mar de depressão, faz meses que minha voz está sendo calada, faz meses que o estresse tomou conto de mim, faz meses que eu não me importo mais.

Não me importo mais ,não como antes, não o suficiente.

Eu peço desculpas, eu realmente não sei o que vem a partir daqui.

4 comentários em “O que tá acontecendo comigo”

  1. CARTA CONVITE

    Olá, chamo-me Lourdes Ferreira Araújo Stern, sou estudante da 10ª fase do curso de psicologia da Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL), venho por meio desta convidá-la a participar da pesquisa: “Você tem fome de que? A percepção de adolescentes bulímicas acerca de seu transtorno alimentar”, e que tem como objetivo avaliar a percepção de adolescentes bulímicas acerca de seu transtorno alimentar.

    A participação poderá ser realizada por mulheres entre 18 e 19 anos que têm bulimia.

    Sua participação na pesquisa é muito importante, pois possibilitará a relação entre o que os adolescentes pensam ou sentem sobre a bulimia e, com isso, pensar em estratégias de orientação ou apoio para essas adolescentes. Sua participação consiste em responder a um questionário que levará em torno de 10 minutos.

    Essa pesquisa teve aprovação do Comitê de Ética em pesquisa com seres humanos sob o número 2.880.636.

    Para participar da pesquisa, você precisa, primeiramente, acessar o termo de consentimento e, depois, responder a pesquisa. Para isso, clique no link a seguir:

    https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdRkFOKRjMiU41obyOKnC1gw4o3PbGw-gZoxYMXJx0g_6SYmQ/viewform?c=0&w=1

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s