Textos, notas, citações e mais!

Não se trata de emagrecer

Não, não se trata de emagrecer

Isso vai muito além do que possam imaginar.

É a busca incansável pela aceitação

(e pela auto-aceitação)

É o desejo incontrolável de contar calorias,

é a fome insaciável de conseguir o que se determinou,

é a sede dos elogios,

é a satisfação de obter aquilo que foi negado.

Anorexia,

não, não se trata de emagrecer

É algo muito maior,

muito mais obsessivo,

muito mais profundo.

 

Texto feito por Gabriele Meireles, 23.07.18  20:01hs- Brasília, Brasil.

Textos, notas, citações e mais!

Um e-mail… doce.

Oi Gabi, primeiramente me desculpe os erros a partir daqui (kkk). Bom… Meu nome é Maria Eduarda, tenho 16 anos; Estou passando por uma depressão, que aliás ela é formada por vários motivos… Ao longo dela eu acabei engordando muito(eu sei, muito diferente do seu caso, mas relaxa, pois meus pensamentos eram um pouco parecidos com os seus), enfim, eu engordei, aí veio baixo-estima, mais ansiedade, desânimo e aí vai(…). Mas minha depressão tbm veio com outras coisinhas, por exemplo automutilação, tristeza muito profunda, falta de energia, síndrome do pânico, dores, crises, ataques… Mas estou falando tudo isso pq eu estava vendo o YouTube e encontrei um comentário seu divulgando o blog, então comecei a ler, aí fui me “encaixando”, até que cheguei num texto maravilhoso, acho que o nome era “um… Desabafo?”, o texto veio de uma maneira incrível, pois realmente precisava de alguém para conversar e não tinha alguém, e vi muitas verdades no texto, verdades sobre tudo que eu tinha suportado, enfrentado e conquistado… Muito obrigada pelas palavras incríveis! Continue com o blog, vc muda vidas! Estou aqui torcendo pela sua felicidade e seu sucesso! 

Com amor, Duda ^^

 

Esse definitivamente é um e-mail doce! (risos) Palavras que me incentivam a escrever, a mostrar minha dor para o bem de muitos, palavras que me animam e me dão um motivo para sorrir nos meus dias de depressão.

Obrigada Duda, sei que você vai ler isso. ♥♥ Você, definitivamente, é um doce.

 

Textos, notas, citações e mais!

Um poema de Cecília Meireles

Mulher ao espelho
Cecília Meireles

Hoje que seja esta ou aquela,
pouco me importa.
Quero apenas parecer bela,
pois, seja qual for, estou morta.

Já fui loura, já fui morena,
já fui Margarida e Beatriz.
Já fui Maria e Madalena.
Só não pude ser como quis.

Que mal faz, esta cor fingida
do meu cabelo, e do meu rosto,
se tudo é tinta: o mundo, a vida,
o contentamento, o desgosto?

Por fora, serei como queira
a moda, que me vai matando.
Que me levem pele e caveira
ao nada, não me importa quando.

Mas quem viu, tão dilacerados,
olhos, braços e sonhos seus
e morreu pelos seus pecados,
falará com Deus.

Falará, coberta de luzes,
do alto penteado ao rubro artelho.
Porque uns expiram sobre cruzes,
outros, buscando-se no espelho.

Textos, notas, citações e mais!

Escolhas, Views e blog pró ana (leia até o final)

Não sei se é um bom ano pro blog, mas é um ano diferente pra mim. As visualizações, os visitantes deveriam estar maiores que ano passado, mas não chegamos nem a metade do número de views. Estamos na metade de 2018 e não sei se esse vai ser um ano bom pro blog .

Eu sei o que 40% dos visitantes querem, mas eu me recuso a fazer. Eu poderia transformar este blog anti ana para PRÓ ANA E MIA ,sei que bateríamos o record de visualizações em poucos dias. Mas não posso fazer isso. É como ensinar a quem quer se matar o local exato do corte para não haver “acidentes”.

Meu blog nunca foi pró ana e mia e não é agora que vou mudar, mesmo que o número de visualizações caia.

Eu sinto muito à todos os donos de blog, grupo no whatsapp e no Facebook de pró ana e mia, pois são tão doentes quanto os que são “liderados”.

Textos, notas, citações e mais!

Eu não queria escrever isso

Notei que meus últimos posts só vem falando de mim. Nenhum ajuda vocês ou acrescenta algo bom no dia dos meus leitores, então eu realmente sinto muito.

Sinto muito por estar escrevendo isto, sinto muito por esquecer do meu propósito ao criei o blog, sinto muito por falar tanto de mim. Acho que desaprendi a ajudar as pessoas e estou falando dos meus problemas no blog fingindo pra mim mesma que eles podem ajudar de certa forma alguém.

Sinto muito. Sinto muito mesmo.

Textos, notas, citações e mais!

Uma palavra à minha melhor amiga

Eu não me sinto estável a algumas semanas e eu não vou pular do precipício. Eu quero continuar mais um pouco, tentar mais um pouco. Eu sinto que você só está esperando a gota final pra pular naquelas pedras lá embaixo, uma “aprovação” minha, uma quebra da nossa promessa. Eu sinto tanta dor quanto você, mas mesmo te entendendo e sentindo o que você sente eu não sei o que fazer. Sei que nada ao redor pode nos salvar, eu não enxergo além da depressão pra poder te ajudar mais. Meu colo, minha amizade é muito pouco pra você e eu sinto muito não fazer mais.
Estamos hipnotizadas pelo mar batendo forte nas rochas e a depressão nunca foi tão próxima. É como se ela estivesse do nosso lado, no nosso meio, à beira do precipício. Fingindo ser uma de nós e confiamos nela pra ser nossa fala e nosso pensamento porque não há outra opção, pelo menos não vemos ninguém no horizonte…
Mesmo estando mal, mesmo querendo me trancar no quarto como na primeira vez que nos encontramos, eu não vou fazer isso. Talvez, quase certamente, um dia eu pule. Um dia você pule. Mas ninguém poderá falar que não tentamos

.