Baixa Auto-estima

Como lidar com a baixa Auto-estima?

 

1- Escolher para agradar a nós mesmos diminui a sensação de baixa auto-estima

2- Evidencie os seus sucessos

3- Alimente a sua vida com experiencia motivadora: alguma coisa que o faça sentir-se feliz! Seja o exemplo que gostaria de ver.

4-  Aprenda a ver-se com os seus próprios olhos e não com os olhos dos outros, não é o fato de alguém pensar algo negativo de si que a vai transformar nessa coisa negativa.

5- Perdoe, perdoe-se e livre-se de ressentimentos

6-Não se compare com outros, aceite-se.

7- VIVA COMO SE FOSSE O ÚLTIMO DIA!

TOC- transtorno obsessivo compulsivo

Vamos falar sobre TOC?

  O TOC é um transtorno mental caracterizado pela presença de obsessões, compulsões ou ambas.

Resultado de imagem para transtorno obsessivo compulsivo

.

 

A S   O B S E S S Õ E S :

   São pensamentos, impulsos ou imagens indesejáveis e involuntários, que invadem a consciência causando acentuada ansiedade ou desconforto.

Resultado de imagem para preocupação toc

.

A S   C O M P U L S Õ E S:

 São atos físicos ou mentais realizados em resposta às obsessões, com a intenção de afastar ameaças (contaminação, a casa incendiar,etc), prevenir possíveis falhas ou simplesmente aliviar um desconforto físico.

.

A S   E V I T A Ç Õ E S:

  No TOC os indivíduos procuram ainda evitar o contado com determinados lugares (por exemplo, banheiros públicos, hospitais, cemitérios), objetos que outras pessoas tocam (dinheiro, telefone público, maçanetas) ou até mesmo pessoas (mendigos, pessoas com algum ferimento) como forma de obter alívio dos seus medos e preocupações.

.

O S  S I N T O M A S…

Uma das características intrigantes do TOC é a diversidade dos seus sintomas (medos de contaminação/lavagens, dúvidas excessivas seguidas de verificações, preocupação exagerada com ordem/simetria ou exatidão, pensamentos de conteúdo inaceitável (violência, sexuais, ou blasfemos), compulsão por armazenar objetos sem utilidade e dificuldade em descarta-los – ou colecionismo). Um mesmo indivíduo pode apresentar uma diversidade de sintomas, embora geralmente exista um que predomine.

Resultado de imagem para preocupação toc

Textos, notas, citações e mais!

O jogo da Baleia Azul é culpado pelos suicídios?

Todo mundo sabe que os adolescentes são impulsivos, imaturos etc. Mas acreditamos mesmo que eles são tão estúpidos a ponto de se matar porque um jogo mandou? Ou porque viram na TV? Sério? Ou será que são pessoas já com alto risco de se matar que encontram nisso um estímulo final?

  Muitas pessoas me pediram para falar sobre a série 13 reasons why, enorme sucesso do Netflix que conta a história de uma jovem se mata depois de gravar fitas dizendo as razões para seu ato. Coincidência ou não, nesse mesmo período o tal desafio da Baleia Azul começou a ser comentado (no Brasil, porque a notícia é velha), trazendo para o primeiro plano o tema do suicídio entre jovens.

   Infelizmente, contudo, as respostas fáceis fazem sucesso e rapidamente ganham ares de verdade, já que o raciocínio simplista é sempre preferido ao trabalhoso exercício de pensar. E assim, em vez de aproveitarmos o gancho para discutir seriamente o suicídio, criamos um pânico em torno de um seriado, de um jogo, de uma moda qualquer, como se elas fossem as culpadas pelo problema. Cacemos a baleia azul. Censuremos o seriado. Quebremos o termômetro para não ver a febre. Em que momento da vida o adulto fica tão distante do jovem a ponto de não ser mais capaz de compreendê-lo? Todo mundo sabe que os adolescentes são impulsivos, imaturos etc. Mas acreditamos mesmo que eles são tão estúpidos a ponto de se matar porque um jogo mandou? Ou porque viram na TV? Sério? Ou será que são pessoas já com alto risco de se matar que encontram nisso um estímulo final?

Continue lendo “O jogo da Baleia Azul é culpado pelos suicídios?”

Textos, notas, citações e mais!

Doenças causadas pelo estresse

Resultado de imagem para estresse

1-Insônia

O estresse pode causar ou agravar a insônia, pois situações estressantes, como problemas familiares ou no trabalho, problemas de saúde, problemas econômicos, depressão ou ansiedade podem gerar dificuldade para dormir ou até interrupção do sono durante a noite.

2-Transtornos alimentares 

O estresse pode contribuir para o aparecimento de transtornos alimentares, como a compulsão alimentar ou anorexia, por exemplo, pois quando o indivíduo se sente estressado, sobrecarregado ou fora de controle, tenta encontrar maneiras de lidar com esses sentimentos desagradáveis e com o estresse através da alimentação.

O que fazer: Consultar um nutricionista e um psicólogo, pois o tratamento deve ser individual, de acordo com o transtorno alimentar, peso, idade, autoestima e força de vontade, por exemplo.

3-Depressão

O estresse provoca o aumento do cortisol, que é a hormônio do estresse, e a redução de serotonina e dopamina, que regulam o sono, o apetite, a energia e a líbido, por exemplo, estando, por isso, associadas à depressão. Desta forma, quando o indivíduo não consegue gerir ou lidar com situações de estresse, os níveis de serotonina e dopamina diminuem, podendo causar depressão.

4-Problemas cardiovasculares

O estresse pode fazer com que as artérias e as veias se comprimam, resultando em uma diminuição do fluxo de sangue, batimentos cardíacos irregulares, porque o coração bate mais rápido, e até endurecimento das artérias. Isto pode causar coágulos, má circulação, AVC, aumento da pressão arterial e até ataque cardíaco.

O que fazer: Fazer uma alimentação saudável, dando preferências a legumes, verduras e frutas, exercício físico regularmente, técnicas de relaxamento e massagem, por exemplo.

5-Síndrome do Cólon Irritável

O estresse pode provocar contrações anormais no intestino, que na Síndrome do Cólon Irritável é mais sensível a estímulos, causando sintomas como flatulência, diarreia, por vezes acompanhada de dor, distensão abdominal ou dor de cabeça.

O que fazer: Tomar remédios analgésicos para aliviar a dor e o desconforto e, sobretudo, fazer uma dieta pobre em gorduras, cafeína, açúcares e álcool, pois estes alimentos pioram os sintomas da síndrome do cólon irritável. Se necessário, consultar um psicólogo para aprender estratégias para lidar com o estresse, de forma a diminuir os sintomas da doença.

6-Prisão de ventre

O estresse pode provocar o desiquilíbrio da flora intestinal, além de afetar o comportamento do indivíduo que passa a ir ao banheiro com menos frequência, a fazer uma alimentação menos saudável, a beber menos água e a fazer exercício físico, por exemplo, contribuindo para o aparecimento ou agravamento da prisão de ventre.

O que fazer: Fazer uma dieta rica em fibras, ingerir cerca de 2 litros de água por dia, fazer exercício físico regularmente e recorrer a técnicas de relaxamento.

Automutilação

tumblr_static_filename_640_v2

Você não sente mais dor.

Você não sente mais alívio.

Você virou um disco arranhado que não consegue mais parar.

Você só está no modo “automático”.

E agora? O que vai  fazer pra sair disso?

Depoimentos

Catiana Oliveira – mais uma história de superação

Depressão, Experiências da criadora do blog- doenças psicológicas

Por que chorar seria errado?

Hoje, particularmente, foi um dos dias que inclui na minha lista dos “Piores dias da depressão” . Não que os outros dias venham ser coloridos e com cheiro de flores, mas minha alma gritou e por um tempo, não permiti que ela gritasse. Mas depois lembrei que ninguém pode me impedir de chorar (isso seria surreal), então deixei minha alma gritar. Enquanto ela gritava, eu chorava e soluçava porque senti a dor e o peso que todos nós (depressivos) levamos 24hs por dia.

Se você está sentindo dor, por que bancar um de fortão? Chore! Às vezes isso faz bem, alivia nossa dor (às vezes). Quando o choro não nos trás um certo alívio, alguns de nós recorrem a outras maneiras de aliviar a dor. Automutilação… Isolamento total… Suicídio…

Eu sei quanto a vontade de chorar é gigantesca! Mas faz bem tirar de nós tudo aquilo que nos faz mal, então choremos! Eu pensei em várias coisas, assim como você também pensa quando está no nível extremo da depressão, mas não me machuquei e não me matei (ao contrário não estaria postando isso rs).

Estou vivendo um grande problema que a maioria de nós vivemos: O NÃO ENTENDER DOS NOSSOS FAMILIARES.

Eu já disse em outro post que vocês (familiares) não precisam nos entender, não podemos cobrar isso de vocês. Mas se querem o nosso bem de verdade, TENTE nos entender ou simplesmente nos AME!

Deixe que venhamos ter nossos momentos sozinhos. Às vezes para nós, ficar todo o tempo com alguém -mesmo que vocês vejam isso como uma forma de não nos matarmos ou algo assim- é sufocante! Nossa doença por um momento manda na gente e precisamos chorar em paz e SOZINHOS!

Precisamos permitir que nossa alma grite. E a pior coisa que pode acontecer nesses momentos é que venhamos explodir na frente de alguém que amamos.

 

Tente fazer isto (testes para auto-estima e redescobrimento pessoal)

Se permita chorar

“Não vejo problema no ato de chorar. Vejo problema no ato de não se permitir chorar.

Gabriele Meireles

Imagem relacionada

Ainda não criaram a Lei de “Não chore”

 

 

Textos, notas, citações e mais!

“Eu não sei se você acredita em Deus, mas eu sei que Ele ainda nos envia um Espírito Consolador.”

Gabriele Meireles

Automutilação, Experiências da criadora do blog- doenças psicológicas

Minha experiência com automutilação

 

  Já experimentei a automutilação uma vez, não me causou nada além de dor. Eu estava sentada, de frente ao computador e começou uma crise de ansiedade. Ela foi aumentando, então veio o estresse, veio o ódio de mim mesma, eu estava à beira de surtar! Eu sabia disso, mas estava tentando evitar o máximo.

  Já não estava de frente ao computador, estava no chão, chorando como a muito tempo não fazia.. Eu queria quebrar minha casa toda! Sair quebrando tudo que via pela frente! Mas eu não podia… por motivos lógicos. Então subi na minha laje e fiquei chorando por lá (é difícil ouvir algo lá de cima estando no outro andar), chorei gritando, gemendo, soluçando… minha alma estava se rasgando ao meio. Estava como uma louca e comecei a me tremer e a olhar rápido pra todos os lugares (“eu preciso acabar com isso”).

Resultado de imagem para chorando gif

  Não podia descer, ir na cozinha e pegar uma faca para me matar, meu pai poderia suspeitar ou me chamar bem na hora H. Então procurei algo no ármario de ferramentas dele que estava lá encima e encontrei bem ali..um estilete. Talvez não fosse muito, mas podia fazer algo com aquilo…

Continue lendo “Minha experiência com automutilação”

Textos, notas, citações e mais!

Faça sua pergunta

Link para perguntas:

http://against-anorexia-and-bulimia-br.tumblr.com/ask

63947-confused

Textos, notas, citações e mais!

Lendo comentários..

Estou lendo todos os comentários e estou muito agradecida por todos eles!!!

A maioria foi dado como spam, mas já estou resolvendo isso.  

VOCÊS SÃO INCRÍVEIS!!!

OBRIGADA!

Entenda o mundo das Anas e Mias

Você sabia que…

“Com certeza o mundo trata a Anorexia e a Bulimia como simplesmente “transtornos alimentares”, mas há um globo de neve muito maior do que eles pensam.
Ana e Mia (como são chamadas ”carinhosamente” pelas anoréxicas e bulímicas) estão muito além da compreensão de que temos hoje na internet.”
-Gabriele Meireles, criadora do blog Liberta da Ana e Mia

Você sabia que…

Existe um pacto de sangue para se tornar uma verdadeira Ana e Mia?
.

Você sabia que…

Existe centenas de grupos no WhatsApp pró Ana e Mia, onde pessoas incentivam umas as outras para serem fiéis a Ana (Anorexia) e a Mia (bulímia)? 
.

Você sabia que…

Todas as pessoas com Anorexia e Bulimia têm outros problemas psicológicos como a DEPRESSÃO?

.

Você sabia que…

Uma parcela significante de pessoas que sofrem com Ana e Mia sofrem ou sofreram bullying por ser gorda?

.

Você sabia que…

Anoréxicas e Bulímicas só buscam ser aceitas realmente pela sociedade?

.

Você sabia que…

Muito provavelmente, na sua escola ou na sua faculdade há pelo menos uma dúzia de anoréxicos e bulímicos? 

.

Você sabia que…

Além da mídia e do mundo achar que existe apenas um “belo” como especificamente ser MAGRA (O) e alta como as modelos de passarela, pessoas que sofrem com esses problemas são levadas a serem Anas e Mias por problemas familiares, estresse, ansiedade e por se exigirem demais?

.

Você sabia que…

A INTERNET NÃO DIZ NADA DISSO?

 

E VOCÊ? SABIA DISSO?