Família: como lidar com anorexia/bulimia?

Imagem relacionada

Eu sei que muitas pessoas que se perderam no mundo da anorexia/bulimia querem ser ajudadas agora, porque enxergaram que não estão bem, que isso não é normal, não é um simples “estilo de vida”.

  Entretanto, há a parte da família que entra nesse jogo. A família é muito importante para que a pessoa com o trantorno alimentar, venha se sentir segura em dizer como se sente e venha ver os membros de sua família como uma base para superar esse estágio da doença. Mas todos que sofrem com anorexia e/ou bulimia, uma hora dá um “estalo” e eles param e dizem a si mesmos “eu preciso de ajuda.” e a família entra exatamente aí com o apoio.

Talvez você não tenha uma família que você possa contar nos momentos dificéis, mas é necessário que alguém saiba e que você venha fazer o tratamento necessário com o psicólogo e o psiquiatra. E não ter vergonha do que você está passando, porque isso é temporário e você com a ajuda e o apoio de seus amigos e família, você vai ser curado e vai se reaprender como pessoa.

   Mas também há casos, como o meu e o de uma amiga minha que conheci na internet, que você pode pensar que sua família não vai te apoiar, que eles não vão entender você, que podem até dizer que isso é besteira/frescura,etc ou que eles podem te jogar numa clínica psiquiátrica e só! Não te darem o apoio que é extremamente necessário!!! 

   Mas talvez, só talvez, você venha tentar. Porque eu também pensava várias coisas desse tipo e quando minha mãe descobriu e todos descobriram, ao invés de me julgarem, como eu esperava, eles me apoiaram. E isso fez com que eu me sentisse extramamente feliz -um pouco assustada, mas feliz-. Então vi que até os meus pensamentos, a Ana e Mia controlavam.

Então tente. Escreva uma carta se não conseguir falar e deixe no quarto ou na bolsa de sua mãe ou de seu pai. Explique cada coisinha direito e eu tenho certeza que eles vão te ajudar.Resultado de imagem para apoio familiar

 

 Mas se não for assim,procure um adulto que você confie -professor, tio,enfim- que saiba que anorexia e bulimia não são frescura, não são “doenças” inventadas de pessoas
mesquinhas, que é um
problema real e que você precisa de ajuda.

 

Anúncios

2 opiniões sobre “Família: como lidar com anorexia/bulimia?

    • Entendo perfeitamente o motivo de você não confiar Anne, não sei como eles são ou como reagiriam a essa situação. Eu também não confiava na minha pra contar sobre a Ana e Mia, pensei que iriam me ignorar ou iriam dizer que era pra chamar atenção ou algo pior. Mas foi tão libertador quando minha família soube! Tão libertador e tão asssustador!! O medo deles me julgarem era imenso, mas falar do meu problema com os transtornos alimentares me fez respirar de novo. Bem se sabe que no fundo, todos nós queremos gritar pedindo socorro e apoio. Tente falar com alguém que você confie, que não vai ignorar seu problema. Se não tiver alguém, conte a sua família. Não importando o que vão dizer, você precisa de ajuda. Todo caso tem dois lados da moeda. Fale, se liberte. Necessitamos que alguém real ouça nossos choros, nem que pra isso, tenhamos que ouvir coisas ruins de pessoas próximas . Elas não entendem, não as culpe. Mas podem tentar sim entender para ajudar você . Fale, escreva, grite. Você precisa disso!
      Conte comigo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s